Rosa de Sarín























Vida que me foge...
Sangue meu que escorre...
Quando verei de novo
o sol nascer?
Quando teus raios
voltarão a me aquecer?


Tenho esperado por você
minha manhã de alegria
A madrugada é longa
tem durado noites e dias


Não fujas de mim
estanque meu sangue
socorra minhas lágrimas
enxugue minha solidão


Há dias que penso em você
Há noites que penso em você
E estes pensamentos
refrigeram meu coração


Te trago nos meus olhos
Te trago em meu peito
O meu sol não quer ocaso
Quer sempre o dia perfeito.


Henrique Rodrigues Soares - Relicário das Dores
Postar um comentário

Visita

O poeta esteve aqui Disse-me que viu sorrir Meus olhos em suas mãos... Como mente este poeta Com sua...