Pecado















Te sinto por perto
cercando o puro da alma
quebrando momentos de calma
com um mover inquieto.


Parece que tudo está quieto
mas teus passos são ardilosos
aos nossos olhos e carne saborosos
no inicio oculto, encoberto.


Quando contaminas, descoberto
sua pústula que apodrece
câncer, lepra que enlouquece.


Espalhas, sem ser contido
e do profundo mar escondido,
para vergonha aparece submerso.


Henrique Rodrigues Soares - O que é a Verdade? - 16/05/2009
Postar um comentário

A instabilidade das cousas do mundo

Nasce o sol e não dura mais que um dia. Depois da luz, se segue a noite escura, Em tristes somb...