Cérebro























comando das minhas funções
minhas loucuras insanas
massa cinzenta ufana
domínio das minhas debéis ações


mentor deste corpo inútil
individualista e produto
passivo, sem escrúpulos
filho de um mundo fútil


senhor, dono indomável
tão terrível e tão amável
não sabe ele, cativo
da máquina que criara.


Henrique Rodrigues Soares - Relicário das Dores
Postar um comentário

Sonho

Qualquer coisa de obscuro permanece No centro do meu ser. Se me conheço, É até onde, por fim mal, tropeço ...