Poema para uma menina levada



















Uma rosa se abriu
e seu perfume me encantou
Uma semente jogada
na terra fértil brotou
Vejo um coração jorrando sangue
impulsionando desejos pelo chão
Vejo olhos derramando um no outro
doce lágrimas de paixão


Minha dor, minha flor
Teu corpo me atrai
me distrai
me contrai
me extrai
combustão


Quero teu corpo, teu perfume,
teu calor , tua respiração.
Quero teu caule, folha e fruto
tua raiz fecundada na minha terra.


Quero este teu olhar assassino e seco
Quero estes teus dedos suaves
acariciando meu corpo
navegando meu espírito
Quero tua suavidade, teus espinhos
Na tua boca um caminho
de inspiração.


Henrique Rodrigues Soares - Romaria Lírica
Postar um comentário

Quando o Sol encoberto vai mostrando

Quando o Sol encoberto vai mostrando Ao mundo a luz quieta e duvidosa Ao longo de úa praia deleitosa, Vo...