Fábrica

















Nosso dia vai chegar,
Teremos nossa vez,
Não é pedir demais:
Quero justiça,
Quero trabalhar em paz.
Não é muito o que lhe peço -
Eu quero trabalho honesto
Em vez de escravidão.


Deve haver algum lugar
Onde o mais forte
Não consegue escravizar
Quem não tem chance.


De onde vem a indiferença
Temperada a ferro e fogo ?
Quem guarda os portões da fábrica ?


O céu já foi azul, mas agora é cinza
E o que era verde aqui já não existe mais.
Quem me dera acreditar
Que não acontece nada de tanto brincar com fogo.


Que venha o fogo então
Esse ar deixou minha vista cansada,
Nada demais.


Renato Russo
Postar um comentário

Canção amiga

Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos...