Debaixo dos caracóis dos teus cabelos

























Um dia a areia branca
Teus pés irão tocar
E vai molhar seus cabelos
A água azul do mar


Janelas e portas vão se abrir
Pra ver você chegar
E ao se sentir em casa
Sorrindo vai chorar


Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante


As luzes e o colorido
Que você vê agora
Nas ruas por onde anda
Na casa onde mora


Você olha tudo e nada
Lhe faz ficar contente
Você só deseja agora
Voltar pra sua gente


Você anda pela tarde
E o seu olhar tristonho
Deixa sangrar no peito
Uma saudade, um sonho


Um dia vou ver você
Chegando num sorriso
Pisando a areia branca
Que é seu paraíso


Roberto Carlos
Postar um comentário

Soneto XX

Tens a face de mulher pintada pelas mãos da Natureza, Senhor e dona de minha paixão; O coração gentil de mulher, mas ave...