Marca da Pantera




















Te desejo pantera negra
noite de carnes vermelhas
te dilatarei, te espalharei no matadouro
Lençóis brancos mancham
teu sangue escorre no vento
as marcas de tuas garras ficaram em mim.


Henrique Rodrigues Soares - Romaria Lírica
Postar um comentário

Coqueiral

A saudade é um batimento que rebenta assim vinte e oito vezes desde meu ombro tatuado de desastre até à rosa pendur...