Arte-final















Não basta um grande amor
para fazer poemas.


E o amor dos artistas, não se enganem,
não é mais belo
que o amor da gente.


O grande amante é aquele que silente
se aplica a escrever com o corpo
o que seu corpo deseja e sente.


Uma coisa é a letra,
e outra o ato,


quem toma uma por outra
confunde e mente.


Affonso Romano de Sant'Anna
Postar um comentário

Diz Mal do Amor que o Feriu Inesperadamente

Era o dia em que o sol escurecia Os raios por piedade ao seu Fator, Quando eu me vi submisso ao vivo ardor De teu...