Látex Humano




















A insegurança de teus olhos
A frieza com que teu corpo me recebe
O silêncio de tua boca
As tuas mentiras que não me enganam
O sorriso encolhido, a frase mordida...


A rejeição em cada pedaço do teu corpo
respirando outro ar, outro hálito, outro suor
que vem de outro corpo


Me vejo aqui só
Triste, como um jiló
passeando em meu gosto
Não te entendo
como não entendo as estrelas
tudo vai caindo e se quebrando
meu corpo está tremulo e minhas pernas fracas


O que adianta gritar
se as montanhas não podem ouvir
O que adianta sonhar
se não posso ser feliz
Vejo você indo embora...
Um ponto de luz apagou
meus olhos brilham de saudade.


Henrique Rodrigues Soares - A Natureza das Coisas
Postar um comentário

Horizontes

Pai não adianta as botas Se tiraste minhas pernas Num mundo de cotas Transformo-me em percentual Meus sonhos...