Beijo de Judas























A laje fria adormecida onde repousa teu corpo
está calada diante da tua estupidez
Teu corpo está velho e feio
já não produz bons frutos
Teus pensamentos cheiram mal
A terra onde pisa está estéril


Os homens e seus falsos juramentos
os homens e suas teorias mentirosas
os homens e suas lamentações eternas
os homens e seus beijos de morte


A cidade está vazia
um assassino anda à solta
ele fala pouco
e mata com poucas palavras


Respiramos um ar morto
que tem matado nossos pulmões
Ouço alguns passos
o cheiro da morte está em todo lugar
Minha necrotopólis dorme
e suas armas descansam
e seu sangue silencia os corpos.


Henrique Rodrigues Soares - A Natureza das Coisas
Postar um comentário

Marinha

Teu corpo é mar com frêmitos frescos de ondas e fosforescência de espumas. Teu corpo é profundidade equórea, fil...