A ÍNDOLE OU A PELE?


A índole ou a pele
o que mais lhe vale?
Será possível arrepiar-se
com o caráter?

E se um atributo um tanto turvo
for uma tormenta,
Compensa, se no toque
o coração saltar aos pulos?

A boa cartilha ou o desatino?
A polidez ou o alto alarde?
A tranquilidade ou a eterna
pulga atrás da orelha?

Um certo flerte
com a loucura e o desajuste...
A ficha limpa ou a suspeita
de um crime sem culpa?

A índole ou a pele
o que mais lhe vale?

Qual feitio mais lhe enfeitiça
e lhe atiça e desperta a cobiça
pra uma mente cálida?

Garantia de sair ilesa
ou a surpresa pálida
qual será a dose certa?

Se não houver dolo
nem equilíbrio, nem habeas corpus
O que mais lhe vale,
a índole ou a pele?


Alan Salgueiro
Postar um comentário

Marinha

Teu corpo é mar com frêmitos frescos de ondas e fosforescência de espumas. Teu corpo é profundidade equórea, fil...