Marcas do Tempo














Certas horas é muito forte o silêncio
calando tudo o que vem de dentro
Um silêncio que dói até a alma
com cicatrizes que falam sem palavras.


Acordo todos os dias me perdendo um pouco
Num caminho sem volta
E vou chorando manhãs e meus ocasos
e o tempo passa sem deixar desculpas.


Henrique Rodrigues Soares

12/04/2012
Postar um comentário

Coqueiral

A saudade é um batimento que rebenta assim vinte e oito vezes desde meu ombro tatuado de desastre até à rosa pendur...