Tempestade
















Ouço sons de trovejos
que anunciam que virão lágrimas
dos céus cinzentos de tristeza


Faz muito tempo que não te vejo
Saudade conduzindo lágrimas
do meu rosto, que certezas


não tem mais, só o envelhecimento
que não tarda, mas vai chover
com toda intensidade e lavando


todos os pecados, todos os sentimentos
que alargam sem poder conter
os porquês, os não sei, quando?


Henrique Rodrigues Soares

26/03/2012
Postar um comentário

Diz Mal do Amor que o Feriu Inesperadamente

Era o dia em que o sol escurecia Os raios por piedade ao seu Fator, Quando eu me vi submisso ao vivo ardor De teu...