Sacerdócio


















De tantas ciências e tantas problemáticas
Só mudaste de posição na ordem da sala
O que aprendemos cada dia com cada aluno
Um universo aberto no escuro
Do que ensinamos com uma doce apatia
Recebemos respostas por toda uma vida


Onde tua voz alcançou estabeleceste uma ponte
Água límpida que transborda da fonte
As bocas sedentas para saciar
Nossas estrelas na órbita de espera
Esperam o fulgor do seu brilho
Do pó mágico da sapiência preceptora
Canetas que escrevem caminhos
A construção sólida de trilhos
E até mapas de voos


Corrigindo corações no lugar de exercícios
Alimentando almas com presença de espírito
Preparando planos de aulas
Preocupando-se com vidas


O corpo cansado da longa rotina
Do espaço escolar até sua morada
Leva aborrecimentos, sorrisos e alegrias
Leva agradecimentos, estórias e a magia de uma profissão.



Henrique Rodrigues Soares - Canibais Urbanos
Postar um comentário

Quando o Sol encoberto vai mostrando

Quando o Sol encoberto vai mostrando Ao mundo a luz quieta e duvidosa Ao longo de úa praia deleitosa, Vo...