Ocaso

















A suavidade do tempo
que como a chuva fina
que chega sem ter chegado.
Demonstra em cada terra,
em cada pedaço,
suas marcas e seu enrugado.


O seu passo miúdo
de quem não tem mais pressa
para ser o primeiro colocado.
O estar é mais que ser e ter.
E como um beijo que se toca distante.
Qualquer sentir até o sofrer...
vale mais que diamantes.




Henrique Rodrigues Soares – Horas de Silêncio.
Postar um comentário

Sonho

Qualquer coisa de obscuro permanece No centro do meu ser. Se me conheço, É até onde, por fim mal, tropeço ...