História da América I






















Colombo
Navegando por mares imprecisos
Acreditando no incompreensível
Que olhos civilizados pudessem ver
Buscando ancorar no afã desconhecido


Se no mar que absorve os indecisos
A loucura como um inimigo invisível
Sobre a tripulação a perecer
Que se alimenta de sonhos apodrecidos


Liderar com braço estendido
Aventureiro, louco ou decidido
Em que sustentar? O que explicar?
Os caminhos que só sabe o mar


No mar, necessitando terra avistar
Dias longos de mar... sonhar como louco
Vendo terra, pisar terra por pouco
Purificado em terra pelo sal de mar.



Henrique Rodrigues Soares – Horas de Silêncio.


Postar um comentário

Quando o Sol encoberto vai mostrando

Quando o Sol encoberto vai mostrando Ao mundo a luz quieta e duvidosa Ao longo de úa praia deleitosa, Vo...