PENA QUE NÃO DÁ MEDALHA


Pena que não dá medalha:
A crise política
A calamidade pública
A corrupção que é cíclica
O transporte fétido
E o heróico atleta
compete sem incentivo
Pena que não dá medalha

Pena que não dá medalha:
O estado quebrado
e a Lava-Jato
e o levar jeito
pro estelionato
e o tiroteio
e a acomodação precária
Pena que não dá medalha

Pena que não dá medalha:
A queda da ciclovia
E a força da vaia
E o próximo escândalo
E mais esse trânsito
que me assalta o tempo
feito uma navalha
Pena que não dá medalha

E a sinuca de bico
E o golpe e a fossa
E a zica e a sínica mania
de negar o desastre
e a capacidade
de ser o lanterna da tabela
e os miseráveis
no contraste da paisagem

Enquanto aqui se responde
a pergunta ínfima:
Onde anda a tocha olímpica?
Eu subo no pódio
mas de mãos vazias
tendo a fé como a única glória
que talvez me valha
Pena que não dá medalha


Alan Salgueiro
Postar um comentário

Diz Mal do Amor que o Feriu Inesperadamente

Era o dia em que o sol escurecia Os raios por piedade ao seu Fator, Quando eu me vi submisso ao vivo ardor De teu...