Tantos
















Multidões com meu rosto
Com meus olhos
Com meus gestos e corpo


Perambulam na orgânica metrópole
Onde em cada desértico rosto
Me desconheço


Tantos infinitos que carrego
Tantos que me esqueço



Carlos Orfeu
Postar um comentário