Oração














Nós acreditamos nos gráficos das incidências
Nós creditamos sua ação nas coincidências
Pedimos perdão por nossas reincidências
É muito para nós sua presciência.


Que tua presença nos traga a paz
Que precisamos e esperamos
Que não voltemos atrás
De onde chegamos e nos encontramos.


Que nos tornemos leves
De todo peso que nos fartamos
Quantas vezes abraçamos o breve
E esquecemos o substancial e eterno.




Henrique Rodrigues Soares – Canibais Urbanos
Postar um comentário