Para mulher que fica






















Cantar a mulher que passa
É fácil...
Eu canto a mulher que fica
Pois no teu amor esqueço minhas tristezas.


Ontem, te amei com fome antiga.
Avistei tua carne como novidade
Teus seios tão poucos
Enchem minha visão.


Tua nudez uma pintura sem esboço
São absorvidos para minha memória
Devagar caminho por teu corpo
Não tenho pressa...  Revivo estórias!


Não uso mapas para achar teus segredos
Subo e desço montanhas e vales
E derramo desejos.
Com gosto degusto o gosto do teu beijo
E encontro paz nos teus Andes.


Henrique Rodrigues Soares

20/01/2012.
Postar um comentário

Apelo

Porque não vens agora, que te quero E adias esta urgência? Prometes-me o futuro e eu desespero O futuro é o d...