Ao Amanhecer
















Pela manhã acordar sem rotina
Andar sem sair do lugar
O vazio de uma incerta sina
Preocupação sem motivo encontrar

Como correr atrás dos pombos
Assustamos os nossos próprios medos
Cicatrizes que ficam dos tombos
São estórias de antigos segredos


Cabelos brancos raridade
O sol não aquece meus dias
A idade foi coberta de tinta
Me dê um instante de alegria.


Henrique Rodrigues Soares
15/07/2011.


Postar um comentário

Marinha

Teu corpo é mar com frêmitos frescos de ondas e fosforescência de espumas. Teu corpo é profundidade equórea, fil...