ABRAÇO GRÁTIS

















Que seja o abraço
a quebra do gelo
a expressão gratuita
de um afeto comedido

Comutatividade da energia
celebrada em um encontro
Colisão frontal da troca
que não traz abalo

E que seja belo
atitude plena
provocar o abraço

Que seja abrigo
uma espécie de caverna
e atenue nosso inverno
e que venha forte, farto
e que não haja abraço morno

A conexão mais fácil que se considere
anterior ao wi-fi, bluetooth ou SMS
Injeção de ânimo, não se cansa
pra que a esperança seja a casa do abraço


Alan Salgueiro








Postar um comentário

Soneto XIX

Tempo voraz, corta as garras do leão, E faze a terra devorar sua doce prole; Arranca os dent...