Romance























Com olhos tristes e contemplantes
Buscando no ar seco e estagnado
Cristalizar... Fotografar o instante
E guardar nos bolsos do passado.


O corpo escapa ao alcance
De mãos e de sonhos
Escrevo um breve romance
De destinos estranhos


No desfiladeiro de intranqüilas curvas
Com a visão envelhecida e turva
Preciso aperfeiçoar meu tato


Em breves... Poucas palavras
Páginas quentes de letras brasas
Vive um mundo intacto.



Henrique Rodrigues Soares – O que é a Verdade?
Postar um comentário

Canção amiga

Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos...