Pingo de Luz














Pingo de luz brota
da gota do oceano
lágrima de felicidade que tece
o vendaval da luz
crescem os lábios
na onda do verso
reinventa a poesia
enquanto alimenta o amor
da pequena que cresce
amada gota, infinita luz

Dentro da poesia
dentro da poesia
lá no interior do verso
jaz a essência da luz em suspensão
na intenção de quem escreve
e também nos olhos de quem lê
do encontro entre poeta e leitor
dos sons das vidas em união
jaz na estrada nos olhos
a ternura, a entrega, a poesia
também os muros, também as pontes
também as sombras, também as mortes
jaz silêncio, jaz sonho, jaz semente
e jaz também amor

amor pouco, mas amor



Luiza Maciel Nogueira
Postar um comentário

Estão Todas as Verdades à Espera em Todas as Coisas

Estão todas as verdades à espera em todas as coisas: não apressam o próprio nascimento nem a el...