Sentença



















Já fomos felizes
Quando beijos
Rimavam com desejos.
Se anos de rotina
Fez do amor oficina
De atores e atrizes.


Os olhares ardidos
Agora são frios
O desnudar escondido
Agora sem brio.


Um exercício tardio
Sem sorrisos, sem energia
Diálogo e carinho vazio
Limitado e sem ousadia.

Se alguém sofre
Não se sabe
Toda rudeza encobre
E nada de belo cabe


No rol de gestos imitados
No prazer copiado
Ou procura de culpados
Para um fim acertado.


Henrique Rodrigues Soares – O que é a Verdade?
Postar um comentário

Coqueiral

A saudade é um batimento que rebenta assim vinte e oito vezes desde meu ombro tatuado de desastre até à rosa pendur...