Luas Brancas





















O medo de te perder
é o medo de me encontrar
- e trevo silente
ao sem-eira do vento
ao remoinho das brancas luas
retornar


Síndrome das crateras vagas
das horas nuas.


( Ai do estéril ventre
de toda antiga ausência
da sombra das palavras tuas.)


Fernando Campanella
Postar um comentário

Canção amiga

Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos...