Lembranças...


















Nessa minha vida vou caminhando,
Por vezes, sem destino, me deixo ser levada...
Pessoas passam, deixam as suas marcas,
Compartilhamos sonhos, segredos, sentimentos.


Eis que um dia, elas se vão, levadas pelo destino,
Não mais seguimos no mesmo e antigo sonho,
Restam apenas as marcas, hoje saudades, no coração,
Algo se torna etéro, distante, ficam no passado.


E assim seguimos em frente, agora a solidão ao lado,
A vida nos espera, austera e fria, no presente,
As pegadas dos que se foram, se dissipam com o tempo.


E nesses caminhos que a vida nos reserva,
As marcas de tudo, lá no fundo, gravadas na alma,
Um novo tempo nos aguarda, restando as lembranças...


Reggina Moon
Postar um comentário

Visita

O poeta esteve aqui Disse-me que viu sorrir Meus olhos em suas mãos... Como mente este poeta Com sua...