Velha interrogação















Passa a vida? Continua…
Porque o tempo é que flutua,
como um rio de veludo,
sobre todos, sobre tudo...


À sua imagem sonhamos:
de onde vimos? aonde vamos?


E o destino indiferente
vai impedindo a torrente...


Passa a vida? Continua...
Com o tempo quem passa é a gente.
Mas, vida, se nós passamos,


de onde vimos? aonde vamos?


Da Costa e Silva
Postar um comentário

Horizontes

Pai não adianta as botas Se tiraste minhas pernas Num mundo de cotas Transformo-me em percentual Meus sonhos...