O Bom Pastor






















Meu pastor pelas vigílias anda
Com sua voz terna e branda
Posso ouvir seus passos na madrugada
Onde minha alma é alimentada


Do vale sombrio da morte
Resgata-me para caminhos tranqüilos
Restaura a minha frágil sorte
De ovelha cuidou-me como filho


Meu pastor nunca dorme
Bordão e cajado não descansa
Meu pastor tem raízes nobres
Apascenta-me com abastança


Ferido e sozinho nunca fico
Quanto sou seu rebanho
Pois sempre está comigo
Com seu amor sem tamanho.



Henrique Rodrigues Soares – O que é a Verdade?
Postar um comentário

Sonho

Qualquer coisa de obscuro permanece No centro do meu ser. Se me conheço, É até onde, por fim mal, tropeço ...