Milagre


















Andar sobre as águas
Continuar calmo frente à tempestade
Esquecer da memória as mágoas
Perdoar nossa própria humanidade


Crucificar o incontido eu
Cego, enxergar o caminho.
Repartir deste todo meu
Aceitar o nascimento do espinho


Não precisa ser Deus
É preciso ter fé
Para sonhar com os céus
Para permanecer de pé.


Henrique Rodrigues Soares – O que é a Verdade?


Postar um comentário

Apelo

Porque não vens agora, que te quero E adias esta urgência? Prometes-me o futuro e eu desespero O futuro é o d...