GOTINHAS DE COMPANHEIRISMO

















Foi só um acidente de percurso
Ela soube deixar bem a sua marca
Na cadeira vazia a ausência assusta
A minha alegria claudicou caduca
Nem teve despedida na batida brusca
Eu tenho esperança que a paz renasça

E me deixou gotinhas de companheirismo
A borra sobre a mesa que ela achou horrível
nem era visível, terminou em abraço
No aroma que inspira a manhã de trabalho
Café e afeto forte pra minha jornada
Eu tenho esperança que ela renasça



Alan Salgueiro
Postar um comentário

A instabilidade das cousas do mundo

Nasce o sol e não dura mais que um dia. Depois da luz, se segue a noite escura, Em tristes somb...