En Passant...


























Passando aqui só para ver o meu amor
bailando nos compassos de tua canção
tão doce que pareço o meu feliz cantor
numa ária de amor vibrando o coração


passando aqui de novo para relembrar
tantas foram as primaveras sem verão
perdidas da esperança de poder voltar
ao leito de descanso dessa compulsão


de reviver o teu amor sem sofrimento
ainda que amar te seja apenas ilusão:
passando só para falar do sentimento
e todo esse lamento de não ter razão.


Afonso Estebanez
Postar um comentário

Coqueiral

A saudade é um batimento que rebenta assim vinte e oito vezes desde meu ombro tatuado de desastre até à rosa pendur...