Uma carta para meu filho
















Pude te ver com meus olhos
um milagre ao amanhecer
de tudo que na vida participei
em ti me realizei

Te vi nos braços maternos
dádiva de um Deus superno e abençoador
Tão ternos e lacrimejantes
estavam meus sentidos
Molhou-se meus olhos
Estremeceu de alegria meu coração.


Em cada parte sua me vi um pouco
misturado a sua mãe no sabor do encontro
No teu rosto a vontade de viver
na mesma intensidade que esperei para te conhecer
Meu filho... tão lindo...
Meu pequenino... tão forte...
Teus primeiros sorrisos...
Teus primeiros momentos...
Teus primeiros passos...
Tuas primeiras palavras...
Na memória paterna carregarei comigo.


Depois deste dia
nunca mais fui o mesmo
Te amei com todos mimos
Dei de mim o melhor
para ver o teu riso


Descobri, que ser pai
é não esperar nada
é se satisfazer da alegria do próximo.
É viver através da sua semente.
Mas, assim mesmo!
Obrigado! Por ser teu Pai!


Henrique Rodrigues Soares - A Natureza das Coisas
Para Fernando Henrique Moura Soares
Postar um comentário

Estão Todas as Verdades à Espera em Todas as Coisas

Estão todas as verdades à espera em todas as coisas: não apressam o próprio nascimento nem a el...