OFERTA























O que me ofereces é o que tens,
a cor da rosa vermelha no vaso,
algumas palavras de amor,
metade de um cobertor.

O que me contenta é o sorriso,
que vez ou outra tens,
quando o relógio para
em algum momento feliz.

O que posso ser eu sou
a outra mão, o beijo,
o silêncio,
sem recompensas
ou mirabolantes contos de amor.


Reggina Moon
Postar um comentário

Janela do caos

1 Tudo se passa Em Egitos de corredores aéreos Em galerias sem lâmpadas À espera de que Alguém Desfira o violoncelo - Ou...