...quando a melancolia me assola
tudo me invade e vira nada
um nada
que de tão nada
expurgar-Me
fora de mim
feito terra desgarrada
viro ilha
ilha que de tão ilha
em vez de flutuar na água
flutua no ar
entre o abismo do céu
e o abismo de mim.

Wanda Monteiro
Postar um comentário