Verso Imortal















Hoje me sinto meia Bilac,
Ouvindo as Estrelas
e me perco, me encontro,
elas só falam de nós!
É como Florbela diria...
Há uma Primavera em cada vida,
mas em nossas vidas,
talvez só a distância exista!
na Lucidez Perigosa,
que Clarice anunciou!
Chega Pessoa e comenta,
que O amor, quando se revela,
não se sabe revelar...
Mas Drummond advinhou,
esse Inconfesso Desejo,
que por ti se formou!
Fecho os olhos de saudades,
como Cecília orientou...
Mas Que não seja imortal,
posto que é chama...
Vinícius bem me avisou!
Sendo como Lya,
Apesar do medo,
escolho a ousadia...
Prefiro seguir ao lado teu!
Então chega Quintana,
para me aconselhar...
Pois na vida,
Quem ama inventa!
E assim eu o farei...
Fazendo do meu amor,
Um breve verso Imortal!


Reggina Moon
Postar um comentário

Marinha

Teu corpo é mar com frêmitos frescos de ondas e fosforescência de espumas. Teu corpo é profundidade equórea, fil...