Flores

















Flores que colho, ou deixo,
Vosso destino é o mesmo.


Via que sigo, chegas
Não sei aonde eu chego.


Nada somos que valha,
Somo-lo mais que em vão.


Ricardo Reis
Postar um comentário

Visita

O poeta esteve aqui Disse-me que viu sorrir Meus olhos em suas mãos... Como mente este poeta Com sua...