REMINISCÊNCIA
















às vezes o exílio
é uma árvore aberta
na imponderável noite

e nada espreita
a estrada larga
fonte do olhar

principia como um homem
multidões ao vento
a terra exangue
o grito arável


Luís Carlos Patraquim
Postar um comentário

Canto III

O dorso que se curva elegante desenha na memória a leve dança da bailarina grácil, celebrant...