pálpebras frias
do abajur de carne

envolvem
o corpo

mínima
luz

sob o escuro
pasto

do sonho que o corpo
rumina

e
pela
manhã

esquece!



Carlos Orfeu
Postar um comentário

Fábula de Arquiteto

A arquitetura como construir portas, de abrir; ou como construir o aberto; construir, não como ilhar e prender, nem ...