Bolero























Por tantas noites de abandono
aguardei o teu retorno
na mesma fonte em que me disseste adeus.
Guardo comigo o som de um bolero.
Quero um novo caminho a seguir
distante da angustia
dos faróis dos carros em noites frias.
Desisti de me sentar na nossa sala vazia
e ter como companhia
a tua dedicatória em uma fotografia!


Reggina Moon
Postar um comentário

Canção amiga

Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos...