Advento 2















Penosamente nos fomos alheando,
e agora quer assassinar-me a alma
esta mísera solidão angustiada.


Nenhuma esperança que faça inflar as velas.
Só este sossego branco e amplo
que o meu querer inativo
escuta em medo sufocante.


E eras bela. Em teu olhar pareciam
a noite e o sol triunfalmente unir-se.
Foi assim que o meu amor veio coroar-te.


E a minha saudade pálida das noites,
vendada de branco como uma vestal,
de pé junto às colunas do templo da tua alma
espalhava, sorrindo, flores brancas.


Rainer Maria Rilke
Postar um comentário

Marinha

Teu corpo é mar com frêmitos frescos de ondas e fosforescência de espumas. Teu corpo é profundidade equórea, fil...