Pretérito Perfeito




















Naquela noite fez tanto luar,
Que tudo se iluminava...
Como uma chuva de prata...
As estrelas com um brilho sem igual,
Era realmente uma noite especial!


O mormaço invadia todo o espaço,
Uma brisa com perfume de maçã,
Os casais andavam abraçados,
Trocando eternas juras de amor,
Com suaves beijos e olhares ternos.


Serenatas ouviam-se ao longe,
Toda a cidade em prateado de amor,
Até as senhoras mais recatadas,
Nesta noite vestiram-se de cores,
E saíram para encontrar seus amores!


E quando a madrugada ia alta,
O silêncio era o que mais se ouvia,
Ah, como me lembro das noites,
Que há anos ficaram para trás,
Pretérito Perfeito, não volta mais!


Reggina Moon
Postar um comentário

A instabilidade das cousas do mundo

Nasce o sol e não dura mais que um dia. Depois da luz, se segue a noite escura, Em tristes somb...