Pilares de sustentação





















Emoções não resistem aos atos.
Visões se diluem diante dos fatos.
Nada posso sentir
neste instante de gelo quebrado.


Minha mente ouve a ética
em que a alma sustenta suas estruturas.
Uma nova fonética
ganha voz na minha loucura.


Os sons, os tons
que testificam brandura.
As dádivas, os dons
brotam na ternura.


Senti me sufocado
por fantasmas que quebram pilares
de um tempo trancado
em segundos seculares.


Henrique Rodrigues Soares - O que é a Verdade?
Postar um comentário

Sonho

Qualquer coisa de obscuro permanece No centro do meu ser. Se me conheço, É até onde, por fim mal, tropeço ...