Um Conto de Amor


















Uma vez numa terra muito distante
Vivia uma princesa de sorriso brilhante
Num reino tão nobre das tradições tricolores
Esperando o seu verdadeiro amor.


Nas fileiras tricolores não pode encontrar
O seu príncipe encantado
Mas os seus olhos no que longe avistou
Ele! Ele!
Ela ficou com seu coração aprisionado.


Lá vinha ele, com sua armadura rubra
E seu cavalo negro como a noite
Sem muito a esperar, sobre meras desconfianças
Caminhava ele por estas perdidas andanças


Ele então teve o coração flechado
Pela meiga princesa tricolor
O cavaleiro rubro negro nunca mais foi o mesmo
Sua vida não queria novas estâncias
Seus caminhos não poderiam ir mais longe

Nunca mais se separariam
Quando a distancia ou obrigações os separavam
Suas mentes mantinham seus juramentos
Seus sorrisos e sonhos agora tão culpados
Trocavam confidencias entre corpos e sentimentos.


Henrique Rodrigues Soares – Canibais Urbanos

Aos meus Queridos Hernani Lopes “Cavaleiro Rubronegro” e Mayara Risso “Princesa Tricolor”. 15/10/2016.
Postar um comentário

Fábula de Arquiteto

A arquitetura como construir portas, de abrir; ou como construir o aberto; construir, não como ilhar e prender, nem ...