No espelho
uma janela

dentro da janela
o tempo
preso

como presa é a imagem
que no áspero silêncio
me olha
e desconserta

pétrea imagem
que não me reconhece.


Wanda Monteiro
Postar um comentário

Marinha

Teu corpo é mar com frêmitos frescos de ondas e fosforescência de espumas. Teu corpo é profundidade equórea, fil...