Sem contradita














Navegar em liberdade
é ir como não se sabe
onde o ímpeto quiser.


O corpo viaja na cama
e o amor toma carona
se no coração couber.


Caminhar no infinitivo
é não ir se for preciso
não ficar onde puder.


Decidir com liberdade
é doer-se de saudade
da ferida que se quer.


Afonso Estebanez
Postar um comentário

Soneto XX

Tens a face de mulher pintada pelas mãos da Natureza, Senhor e dona de minha paixão; O coração gentil de mulher, mas ave...