a história me toma de assalto
o tempo me parte ao meio

deixa-me fronteiriça

olhos no passado
olhos no futuro

no ínfimo instante do espanto
o
presente
carregado
de
impossibilidades


Wanda Monteiro
Postar um comentário

Apelo

Porque não vens agora, que te quero E adias esta urgência? Prometes-me o futuro e eu desespero O futuro é o d...