os olhos mastigam a paisagem
pedra
ar-
ame farpado

mastigam o som
cor
caos

rasgam-se até que o espanto
seja
poema

voo de aves nos lábios


Carlos Orfeu
Postar um comentário

Crer

Creio em mim. Creio em ti. Deus, onde mora? Na vontade de crer que me consente humano e ardente. No meu repouso em ti, qu...