PERDA















Perda dói
como qualquer outra dor
sem remédio ou alarde.
Sentimento de roupa esfregada,
torcida e batida
três vezes no tanque.


Maria Helena Latini, Roteiros de Vida, 1991 e reeditado em Múltiplo Um, com lançamento em outubro de 2016.
Postar um comentário

Apelo

Porque não vens agora, que te quero E adias esta urgência? Prometes-me o futuro e eu desespero O futuro é o d...