Tempo


















Oh! relógio que dita as horas
enquanto meu tempo passa
o fim cada vez mais me abraça
e parece que agora choras.


Oh! relógio que inspira saudade
de cada segundo antes vivido
nunca, pelo tempo inibido
fiel mentira, falsa verdade.


Sinto que o tempo é curto
as horas não tardam
os pensamentos respaldam
no momento que agora furto.


Jorge Ramos 1994
Imagem da Internet
Postar um comentário

Canção amiga

Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos...